quinta-feira, 7 de maio de 2009

O que os meus olhos vêem

Filho, o que vejo eu quando te observo?
Vejo um rapaz apaixonado pela vida, que aprecia a simplicidade e a naturalidade.

Fazes amizades com uma facilidade maravilhosa, e com o teu sorriso lindo, conquistas todos que te rodeiam.

Amigo verdadeiro, és capaz de gestos de grande ternura.
Criativo e alegre. A impulsividade é mais forte que tu mesmo.


Filho, o que vejo eu quando te observo?
Dedicado e trabalhador, a curiosidade faz com que procures sempre uma explicação para tudo, gostas de saber o porquê das coisas.

A tua natureza emocional faz de ti uma criança deliciosamente meiga e carinhosa mas que se magoa facilmente, às vezes com uma simples palavra.

Determinado, inteligente, tens objectivos claros.

Filho, o que vejo eu quando te observo?
A tua alegria é contagiante! Não gostas de estar sózinho e por isso procuras sempre companhia.

Protector e carinhoso, doce e afectuoso, a tua sensibilidade faz com que fiques magoado com facilidade.

Persistente, não desistes facilmente das coisas.
Tranquilo, a tua imaginação levar-te-á longe.

1 comentário:

Rosária Mendes disse...

Oie amiga tem selinho pra vc nos meu blog purple life http://simplepurplelife.blogspot.com
e no blog do meu filho http://correndopulandocrescendo.blogspot.com
Beijos!