sábado, 27 de fevereiro de 2010

Águas mais tranquilas...

Água, água, água!! Eu adoro água mas, S. Pedro, não achas que já é um pouco demais?!Tem pena de nós, por favor.

Este está a ser um ano especialmente difícil. Não me lembro de um Inverno tão rigoroso.

Nota-se tão bem o clima a mudar...

Ainda no tema, encontrei umas águas bem mais tranquilas, ao som destas melodias absolutamente... bem, nem sei exactamente como definir. São daquelas que não me canso de ouvir, ouvir, ouvir...



video



E então, não acham absolutamente... bem, é que não me saem mesmo os adjectivos!!!

terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

Um passeio virtual...

Está frio e chove muito lá fora... O mau tempo não vai embora e ainda falta tanto para a Primavera... que saudade!

Sendo assim, resolvi dar um pequeno passeio virtual e visitar algumas amigas. Passei pela Rua dos Blogs e encontrei algumas que não via há já muito tempo. Foi bom colocar a conversa em dia...




Como estava perto, fui fazer também uma visita ao nosso querido Palácio Real que está muito lindo. Assisti ao concurso das tags de Carnaval, votei na minha preferida e trouxe uma pequena lembrança.




Acabei por encontrar a minha amiga Rosa que estava muito feliz por ter atingido as 20.000 e 40.000 visitas nos seus blogs. Tomamos um chá juntas e trouxe um pequeno presente que a Rosa fez para todos os seus amigos.



Regressei a casa mas prometi voltar. Afinal existem muitos lugares maravilhosos por aí...

sábado, 6 de fevereiro de 2010

Anatomia de uma Rosa

Gifs - Flash - Fotos e Videos Para seu Orkut

A rosa, notável pela sua beleza e odor, é a flor simbólica mais divulgada nas culturas ocidentais.
Rainha indiscutível das flores, em qualquer variedade, representa fundamentalmente o amor. É também tida como uma das flores mais antigas da história da Terra.

São inúmeras em todas as culturas as lendas acerca da sua origem. As rosas vermelhas, por exemplo. Teriam nascido do sangue de Adónis morto por um javali. Noutra versão, Adónis, ao ser ferido, chamou por Afrodite (Vénus). Esta correu para o salvar, mas, na pressa de partir, não calçou as sandálias de ouro que lhe protegiam os pés e, por isso, pisou uma rosa branca. Saltou o sangue da ferida, que atingiu a roseira de vermelho. Daí em diante apenas deu flores dessa cor.

Uma lenda grega diz que Afrodite deu uma rosa ao seu filho Eros, o deus do amor que, por sua vez, a deu a Harpócrates, o deus do silêncio, para o induzir a não revelar as aventuras amorosas de sua mãe. Neste episódio se basearia, na Idade Média, o hábito de nas salas de reunião dos municípios ser suspensa do tecto uma rosa para que todos os presentes se compremetessem a silenciar as decisões ali tomadas. O mesmo significado se revelava na rosa que ornamentava os confessionários. Estavam sub rosa, ou seja, sob o signo do silêncio e da discrição. Em certas casas ricas da Europa, nas salas de jantar, suspendia-se do alto uma rosa com a mesma intenção - não se revelar no exterior o que se dizia durante as refeições.

Fascinam-me estas histórias sobre as flores. Os seus significados. Os afectos e sentimentos que nos revelam. A rosa. A tulipa. A orquídea. O jacinto. O lírio. Que segredos escondem? Em que lendas míticas se revelam? Que espécie de magia envolve as flores? As plantas estiveram sempre relacionadas com o destino dos Homens.... Vamos descobrir um pouco mais nos Jardins Encantados.

in "Plantas e Flores" de Odete L. Nogueira