domingo, 3 de fevereiro de 2008

Aventuras gastronómicas

Durante muito tempo, pensei que aquele líquido branquinho, a que agora reconheço por "leite", era o meu único sustento. Foi o meu primeiro alimento. Gostei dele, enquanto foi da minha mãe, depois veio o das latas e, mais tarde o dos pacotes. Sempre gostei de leite, continuo a pedi-lo à mãe uma ou duas vezes durante a noite. Só com ele adormeço tranquilo.


Depois, um dia, colocaram-me perante um prato de esparguete. Ao princípio estranhei. Aqueles fios brancos fugiam-me das mãos, escorregavam por entre os dedos e tentar metê-los na boca foi uma verdadeira aventura!

Agora, não sei o que seria de mim sem a minha querida esparguete... não só me divirto a comê-la, como é um dos meus pratos favoritos. Só esta semana descobri algo ainda melhor, as salsichas! Agora, são a minha perdição...


De sobremesa, não há nada melhor que as bananas... embora uma maçasinha também vai bem agora que já tenho muitos dentinhos!Mas a banana vai à frente no meu ranking de frutas. Também gosto de iogurtes de bananas e, outro dia, a minha mãe tentou convencer-me a comer bolo de banana. Tentei comer mas acabei por desistir. Não vi lá banana nenhuma...


Um dia destes, tive uma experiência engraçada. Encontrei na sala uma garrafa daquelas que já vi o meu pai beber. Ainda tentei descobrir a que sabia aquele líquido amarelo, mas já não havia gota.

Ficou toda a gente com cara de espanto a olhar para mim e a minha mãe apressou-se logo a tirar-me a garrafa das mãos. Até hoje não percebi o porquê de tamanho alarido...

Bom, agora que já contei as minhas aventuras gastronómicas, vou deitar-me. Fica para a próxima as minhas aventuras com pizza e gelado de leite. Fiquem bem.
Gonçalo

1 comentário:

manuela disse...

Que fofinho.
Tão querido.
Já tenho saudades dos meus bébés.
Beijinho

Gonçalinho

Manuela